Friday, April 9, 2010

Como a tecnologia e as mídias sociais avançam nos MBAs

É difícil lembrar uma ocasião em que os avanços na tecnologia tenham mudado tanto a maneira de como as pessoas interagem e aprendem. Kindle, iPhone, YouTube, Skype, Twitter… todas essas ferramentas vêm ajudando a transformar a maneira como as pessoas estudam, do mais humilde universitário ao executivo graduado. Esses avanços também estão permitindo às escolas de negócios mudarem a maneira como operam. O surpreendente é que algumas das instituições de ensino mais antigas estão na dianteira desses acontecimentos. A Darden School da Universidade da Virgínia, por exemplo, foi pioneira no uso do Kindle, enquanto a Stanford Graduate School of Business vem usando o Facebook há vários anos para manter contato com candidatos a MBA. Mark Zupan, reitor da Simon School da Universidade de Rochester nos Estados Unidos, diz que a escola está experimentando as mídias sociais para fornecer material para possíveis alunos e ex-alunos.


Mas é nas escolas que fornecem programas à distância que as maiores mudanças estão ocorrendo. James Fleck, reitor da Open University Business School, diz que para esse tipo de instituição não é a tecnologia que importa, e sim o aprendizado. “A tecnologia é simplesmente um meio para se atingir um fim”. O fim, diz ele, é “a pedagogia e a qualidade da experiência de aprendizado.” A Open University, baseada no Reino Unido, vem sendo um dos maiores expoentes do podcasting como meio de fornecer material educacional, com cerca de 10 milhões de downloads até agora – 84% feitos por estudantes dos EUA.


Read full article

No comments:

Post a Comment

Postagens populares

New York Time

Copyright 2017 ©
Netvision SA and PlanetM
New York, New York, USA 10008
You can copy this content without permission but you must notify us via email.
Otherwise, it is illegal. All rights reserved worldwide
Updated by Carlos Vassallo

Visualizações de página do mês passado