Monday, April 12, 2010

O mau uso do Twitter pode arruinar seu emprego (e a liberdade de expressão)

O uso das mídias sociais virou uma discussão sem fim. Toda vez que alguém fala de proibir o Orkut ou o Twitter dentro da empresa, as pessoas caem de pau. Assisto a embates acalorados em prol da liberdade de expressão. Não questiono que a abertura na propagação de ideias proporcionadas pelas redes sociais trouxe para o ambiente empresarial, por exemplo, o desafio de encontrar a melhor forma de se tirar proveito delas.


Mas ainda não há consenso. Pesquisas indicam que as empresas estão mais preocupadas com o efeito das redes sociais na produtividade do trabalho do que com o conteúdo propriamente dito. Realmente, se pararmos para pensar, nós somos pagos para trabalhar. Ninguém aqui tá falando de uma postura ditatorial em que não é permitida uma pausa para o cafezinho ou uma conversa informal com os colegas para relaxar.


Mas, como tudo na vida, há limites. Entre os executivos com quem converso sobre o tema há certa unanimidade de que não se pode passar horas e horas tuitando bobagens ou mesmo passar o dia inteiro “jogando conversa fora”. Proibir por proibir não é a saída mais inteligente, mas sou adepto de políticas que limitem o uso do e-mail, MSN, Facebook, Twitter e Orkut dentro das organizações para preservar segredos estratégicos e manter a produtividade em limites ótimos.


Read full article

No comments:

Post a Comment

Postagens populares

New York Time

Copyright 2015 ©
Netvision SA and PlanetM
New York, New York, USA 10008
You can copy this content without permission but you must notify us via email.
Otherwise, it is illegal. All rights reserved worldwide
Operated by Carlos Vassallo

Visualizações de página do mês passado