Tuesday, July 13, 2010

Redes sociais vão substituir email nas empresas até 2014

Relatório do Gartner aponta para um crescimento no número de utilizadores de email por wireless em todo o mundo. De acordo com as conclusões de um estudo do Gartner, as redes sociais deverão substituir o correio electrónico como veículo preferencial de comunicação interpessoal para 20% dos utilizadores profissionais.
A normalização, a interoperatibilidade e o aumento da competitividade para os servidores e serviços de correio electrónico estão, de acordo com a Gartner, a acelerar a propagação do e-mail wireless, sendo que a resposta dos fabricantes passa por procurar a diferenciação nas áreas da colaboração ou das aplicações na nuvem, com as redes sociais a complementar cada vez mais as comunicações interpessoais nas empresas. A Gartner prevê que, em 2014, existirão mil milhões de utilizadores de correio electrónico wireless em todo o mundo, estimando ainda nos 80 milhões o número de contas profissionais deste tipo de serviços em 2010, incluindo nas grandes corporações, pequenas e médias empresas e profissionais independentes.
O aumento da produtividade é o principal motor para esta adopção crescente, na opinião de Monica Basso, vice-presidente de investigação da Gartner, segundo a qual em 2010 o correio electrónico wireless é já uma prioridade para as empresas, tendo em conta que cerca de 40% das forças laborais das organizações já são móveis. O conceito de e-mail wireless é definido pelo Gartner como o acesso a uma conta de correio electrónico através de redes ou dispositivos móveis, seja por via de uma aplicação cliente instalada no dispositivo ou através de um browser Web.


Leia o artigo completo

No comments:

Post a Comment

Postagens populares

New York Time

Copyright 2015 ©
Netvision SA and PlanetM
New York, New York, USA 10008
You can copy this content without permission but you must notify us via email.
Otherwise, it is illegal. All rights reserved worldwide
Operated by Carlos Vassallo

Visualizações de página do mês passado