Wednesday, July 27, 2011

Oferta de crédito manteve crescimento em junho

BRASÍLIA (Reuters) - A oferta de crédito no sistema financeiro continuou crescendo em junho, com avanço de 1,6 por cento, apesar das tentativas do governo de freá-la. A inadimplência, porém, manteve-se estável em 5,1 por cento, o que levou o Banco Central (BC) a acreditar em um possível arrefecimento da taxa até o fim do ano.

"A alta de inadimplência aparentemente perdeu o fôlego", disse o chefe do Departamento Econômico do BC, Túlio Maciel. Segundo ele, a expectativa para o segundo semestre é de estabilidade ou até algum declínio.
Em maio a inadimplência total também havia ficado em 5,1 por cento, mas em abril estava em 4,9 por cento.
Apesar do avanço de 1,6 por cento no saldo das operações de crédito em junho, mesmo percentual verificado em maio, Maciel disse que os dados semestrais mostram uma desaceleração desse processo --como deseja o governo.

De janeiro a junho, o crédito cresceu 7,5 por cento, enquanto nos últimos 12 meses o avanço é de 20 por cento. "Se comparar os seis meses com os últimos 12 meses você nota a desaceleração," disse Maciel. O BC trabalha com a expectativa de que o saldo de crédito no ano suba 15 por cento.
Com o crescimento do mês passado, o estoque de crédito chegou a 47,2 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), ou 1,834 trilhão de reais.

O spread bancário médio, que mede a diferença entre a taxa de captação dos bancos e os juros cobrados dos clientes foi a 27,3 pontos percentuais em junho, ante os 27,9 pontos percentuais de maio.

No comments:

Post a Comment

Postagens populares

New York Time

Copyright 2017 ©
Netvision SA and PlanetM
New York, New York, USA 10008
You can copy this content without permission but you must notify us via email.
Otherwise, it is illegal. All rights reserved worldwide
Updated by Carlos Vassallo

Visualizações de página do mês passado