Wednesday, August 24, 2011

Crédito desacelera em julho, inadimplência avança mais

BRASÍLIA (Reuters) - O crédito total do sistema financeiro no Brasil desacelerou em julho, mas a inadimplência cresceu ligeiramente, atingindo o maior patamar em 17 meses com os atrasos nos pagamentos das pessoas físicas.

O Banco Central previu uma "acomodação" da inadimplência ainda no segundo semestre, e afirmou que a moderação do crédito já reflete o aperto monetário e a desaceleração da atividade econômica, ainda que também haja uma influência sazonal.

O estoque de financiamentos aumentou 1,1 por cento em julho sobre o mês anterior, chegando a 47,3 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), ou 1,854 trilhão de reais, mostraram dados divulgados nesta quarta-feira pelo BC. Em maio e junho, o avanço mensal havia sido de 1,6 por cento.
As novas concessões com créditos livres, que excluem financiamentos com taxas fixadas em programas governamentais, caíram 5,1 por cento na média diária do mês, para 8,477 bilhões de reais.
"O crédito livre está refletindo sem dúvida um ambiente mais restritivo das condições creditícias, por conta da política monetária e das medidas macroprudenciais", afirmou a jornalistas o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel.

Ele ponderou que parte do desaquecimento também pode ser atribuído a uma tendência sazonal, em um provável efeito das férias. Em agosto, ao contrário, a tendência histórica é de crescimento das concessões, segundo Maciel.

Leia o artigo completo

No comments:

Post a Comment

Postagens populares

New York Time

Copyright 2015 ©
Netvision SA and PlanetM
New York, New York, USA 10008
You can copy this content without permission but you must notify us via email.
Otherwise, it is illegal. All rights reserved worldwide
Operated by Carlos Vassallo

Visualizações de página do mês passado